Dating: o app de paquera do Facebook começa a ser testado


Como sabemos, não é de hoje que Mark Zuckerberg traça várias estratégias para dominar os aplicativos sociais.  Só para relembrar, em 2012, o fundador do Facebook comprou o Instagram por US$ 1 bilhão e em 2014, foi a vez do Whatsapp, com preço final de US$ 3 bilhões. Mas as investidas não pararam por ai.

Em 2016, o Snapchat se popularizou por ter tido a grande sacada de disponibilizar conteúdos efêmeros – apenas por um dia -, ganhando muitos usuários ao redor do mundo. No mesmo ano, Zuckerberg anuncia o Instagram Stories, uma função que fica dentro do próprio app de foto e vídeo e, assim como o Snap, os recursos se assemelham e os conteúdos são disponibilizados apenas por 24 horas.

Ainda tem mais.

Neste ano, o Instagram lançou o IGTV, o novo hub de conteúdo que permite a criação de vídeos verticais com até uma hora de duração. Essa ferramenta, tem a intenção de concorrer com o Youtube, visando o aumento de influenciadores digitais, além de marcas e produtoras de conteúdo ao canal.

 

Apesar de cada plataforma ter uma funcionalidade diferente, muitos esquecem que fazem parte da empresa-mãe, o Facebook, que vem estabelecendo um monopólio entre as gigantes da tecnologia, no qual é fortemente criticada por prejudicar a democracia da inovação. E nesta segunda-feira (06), foi anunciado os primeiros testes da interface de paquera do Facebook.

O Facebook Paquera (dating) chega como um concorrente do Tinder, Happn e de outros apps de relacionamento. O Dating, terá uma seção dentro do próprio Facebook e já está sendo testado internamente, com os próprios funcionários.

Apesar dos testes com os funcionários, a intenção não é dar “match” entre os colegas de trabalho, mas apenas testar as funcionalidades. Para isso, são criadas informações fictícias para o montar o perfil e escolher as preferências.

Os amigos atuais não podem ver o perfil do Dating – ele fica separado – e pode impedir que amigos de amigos encontrem você no serviço. Apesar de estar dentro da plataforma do Facebook, nada será compartilhado no Feed de Notícias.

Também será possível descobrir interesses semelhantes através de grupos ou eventos, além de oferecer uma variedade de opções de gênero, incluindo mulher trans, homem trans e não-binário.

A interface de paquera, chega com a intenção de manter e conquistar mais usuários à rede social, já que só em 2018, o Facebook perdeu 1 milhão de usuários só nos Estados Unidos.

Ainda não foi anunciado quando o Facebook Dating estará disponível ao público, mas uma das especulações futuras é que em breve e pode contar com assinaturas pagas ou anúncios como no Tinder.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dating: o app de paquera do Facebook começa a ser testado

Entrar

Don't have an account?
sign up

reset password

Back to
Entrar

sign up

Back to
Entrar
Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format

Send this to a friend