Estratégias para abrir um negócio: o que fazer e o que não fazer


Estratégias para abrir um negócio fazem a diferença nos resultados

Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, muitos profissionais não conseguem oportunidade de trabalho. Cresce muito o número de pessoas que recorre a serviços autônomos para gerar renda. Trabalhar por conta pode ser um desafio, mas o sucesso é alcançável com as melhores estratégias para abrir um negócio.

O empreendedor precisa estar atento a vários aspectos que influenciam diretamente as vendas. Nesse cenário, há ações importantes a serem tomadas e outras que devem ser evitadas. A Techolics elencou dicas valiosas para quem quer empreender com sucesso! Confira a seguir.

Fazer: Criar plano de negócios

Faz parte das estratégias para abrir um negócio o desenvolvimento de um plano de ações bem definido. É muito importante fazer um estudo de mercado para entender a demanda, identificar o público-alvo e fazer um planejamento financeiro.

O plano de negócios ajuda a se programar para a entrada do capital, uma vez que os primeiros ganhos serão para cobrir os custos de investimento. O estudo de mercado é fundamental para entender como o setor se comporta, se o negócio é realmente promissor e identificar as melhores estratégias para se destacar.

Não fazer: Não ter planejamento estratégico

Quem inicia um negócio sem planejamento estratégico corre sérios riscos de fracassar. Primeiro porque o retorno de investimento pode demorar a aparecer. Segundo porque, sem informações básicas do mercado, a assertividade do negócio é altamente prejudicada.

O empreendedor precisa estimar onde encontrar o público, quanto irá gastar no negócio e quando os custos se pagarão. O quadro de funcionários também deve ser observado, pois precisa ser mantido de acordo com a lei. Sem essas informações, será uma aventura no escuro, em uma estrada que pode tem muito mais chance de levar ao abismo do que ao topo da montanha.

Fazer: Explorar networking

Uma rede de contatos é importante em qualquer situação. O desenvolvimento de networking ajuda a expandir os horizontes e pode inclusive trazer clientes e oportunidades de negócios.

A criação de contatos pode começar com amigos e conhecidos, mas visitar eventos e feiras também ajuda a ampliar o campo de influências. O empreendedor não deve ter medo de abordar outras empresas, compreendendo quem tem importância às atividades.

Não fazer: Não conhecer seus sócios

Se a ideia é abrir um negócio em parceria com outras pessoas, é fundamental ter um nível de convivência avançado. Os sócios precisam se conhecer o suficiente para determinar se os objetivos e o modo de desenvolver as estratégias estão de acordo.

Choques são importantes, mas são a personalidade e a capacidade de realizar acordos que definirão se a sociedade funcionará. É interessante também que os conhecimentos de cada sócio se completem.

Fazer: Realizar posicionamento de marca

O posicionamento de marca começa no plano de negócios e estratégias para abrir um negócio. As informações do estudo de mercado servem como guia para desenvolver as estratégias de marketing e buscar o fortalecimento da marca.

Esse posicionamento pode levar em conta ações em pontos de vendas, eventos, brindes, degustação etc. A preocupação social e ambiental também ajuda a reforçar a marca.

Não fazer: Não ter foco de atuação

Empreender sem definir os objetivos da empresa é um passaporte direto para o fracasso. Um negócio dificilmente consegue convencer o público da sua seriedade, porque terá dificuldades em se aperfeiçoar. A empresa também pode acabar confundindo os clientes.

Fazer: Conhecer bem o produto

Um empreendedor jamais deve navegar em águas desconhecidas sem o devido preparo. Mesmo com boas estratégias para abrir um negócio, haverá dificuldade de implantá-las sem o conhecimento do produto, que deverá ser bem apresentado ao mercado.

Não fazer: Apostar em setores em decadência

Não só o produto, mas o setor mercadológico deve ser muito bem estudado. A falta de conhecimento no mercado pode ocasionar em investimentos mal feitos com negócios sem espaço para sucesso, já que existe o fator sazonalidade. Considere os novos hábitos do consumidor.

Bônus: Nunca subestimar a concorrência

A concorrência faz parte do negócio e, se ela existe, é porque também sabe como atrair clientes. Não é porque uma marca parece enfraquecida que ela não pode se reerguer com estratégias reformuladas e interessantes. Vale a pena ficar atento aos movimentos dos concorrentes e assimilar o que tiver relevância para o setor.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estratégias para abrir um negócio: o que fazer e o que não fazer

Entrar

Don't have an account?
sign up

reset password

Back to
Entrar

sign up

Back to
Entrar
Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format

Send this to a friend