A relação entre cinema e streaming na nova Era Digital


Cinema e streaming disputam as atenções do público

Muita coisa mudou desde que a Era Digital começou. Assim como as compras estão ganhando mais força no mundo digital, a chegada do streaming está exigindo do cinema uma reformulação das experiências para atrair o público. A nova plataforma mudou o perfil do espectador, que agora pode consumir conteúdo em sua própria casa. Existe agora uma relação entre cinema e streaming que exige uma nova postura de Hollywood.

Já não faz mais sentido para o público pagar valores altos nos ingressos de cinema para ver um filme que em pouco tempo estará disponível em plataformas como a Netflix, por exemplo, onde uma vasta quantidade de títulos fica disponível. Em vez disso, uma taxa mensal para ver uma variedade de filmes e séries soa mais atrativa.

O streaming começou sua história com o seriado House of Cards, lançado exclusivamente pela Netflix. A plataforma já existia disponibilizando acesso a um extenso acervo de materiais antigos e o sucesso do formato fez com que muitos outros conteúdos fossem desenvolvidos como adição. Ao mesmo tempo, abriu espaço para outras plataformas e mídias, como o Spotify para músicas. Até o Youtube entrou na onda de conteúdos exclusivos.

Hoje não só as séries, mas filmes também são lançados diretamente nessas mídias. O cinema, que já enfrentava a ameaça da pirataria, encontrou um novo desafio para se preocupar.

Cinema e streaming podem se complementar

O streaming pode até parecer uma ameaça à sétima arte, mas também pode ser encarado como catalisador de uma nova transformação. O cinema já passou por diversas fases, desde o cinema mudo, os filmes em preto e branco, a chegada das cores e o 3D.

E é aqui que vemos o direcionamento que a mídia tradicional deve seguir: a experiência. O 3D e o 4D são tecnologias que permitem uma maior imersão do telespectador à história, justificando a visita às salas de cinema. É verdade que já é possível encontrar televisores com opção 3D, mas, enquanto elas não são tão populares, o cinema ainda é a melhor opção para quem quer essa experiência.

Hollywood também já chegou a experimentar um ingresso especial semelhante ao formato de assinatura dos streamings. O filme “007 contra Spectre” de 2015, por exemplo, permitiu que o público pudesse assistir ao título de forma ilimitada em alguns lugares, tática que vem sendo testada também com outras atrações.

Com ou sem novas estratégias, o fato é que os lançamentos nas telonas continuarão a atrair os amantes da sétima arte que não conseguem esperar até que o filme mais aguardado seja disponibilizado nas plataformas de streaming. Vale lembrar que, atualmente, há um intervalo de aproximadamente 3 meses para que os filmes possam chegar a outras mídias.

Na “batalha” entre cinema e streaming, quem mais se beneficia é o público, que ganha mais conteúdo. Os produtores também saem na vantagem, porque encontram mais oportunidade de investimentos nas obras.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A relação entre cinema e streaming na nova Era Digital

Entrar

Don't have an account?
sign up

reset password

Back to
Entrar

sign up

Back to
Entrar
Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format

Send this to a friend