Centro de Comando é exemplo de tecnologia para hospital


Centro de Comando Judy Reitz é exemplo de tecnologia para hospital

Quem vê uma foto do Centro de Comando Judy Reitz, em Baltimore, nos Estados Unidos, não imagina que se trata de um hospital. A imagem lembra aquelas centrais da NASA dos filmes ou uma sala de bolsa de valores. Mas não, o centro de controle do Johns Hopkins é um ótimo exemplo de tecnologia para hospital.

O local combina o que há de mais avançado em engenharia de sistemas, análise preditiva e solução de problemas para gerenciar melhor a segurança, a experiência e o volume dos pacientes. O Judy Reitz incorpora princípios de engenharia de sistemas comuns nas indústria aeroespacial, por exemplo.

Mas como integrar isso em um local que trata de pacientes gravemente doentes?


Veja 5 formas diferentes de uso do blockchain


Informação em tempo real é diferencial

O hospital reuniu cerca de 25 profissionais de diferentes áreas em uma única sala e entregou a eles informações em tempo real e preditivas. Assim eles ficam capacitados para prevenir ou resolver gargalos. A consequência é diminuição na espera dos pacientes, redução de riscos e coordenação dos serviços centralizada.

No Judy Reitz os funcionários contam com um sistema sofisticado e uma parede de monitores que apresentam toda a situação do hospital. Em um dia normal, são cerca de 500 mensagens por minuto enviadas por 14 sistemas diferentes.

“Antes dependíamos da tecnologia tradicional – telefones, e-mail e sistemas de TI – para administrar o hospital, atribuir leitos, etc.”, conta Mary Margaret Jacobs, diretora de atendimento do Johns Hopkins. “Nosso Centro de Comando nos ajuda a melhorar a experiência de nossos pacientes quando buscam nossos cuidados. Temos prazer em estar entre os líderes nessa inovação”, completa Jim Scheulen, diretor administrativo do Johns Hopkins.


Robô atende pacientes em hospital com inteligência artificial


Resultados comprovam benefícios da tecnologia para hospital

Os primeiros resultados demonstram melhora na experiência do paciente e resultados operacionais. Houve melhora de 60% na capacidade de aceitar pacientes com condições médicas complexas de outros hospitais. Na emergência, um paciente recebe uma cama 30% mais rápido. As transferências também são 26% mais velozes depois de receberem uma cama.

Nas salas de cirurgia, mais ganho de produtividade. Após os procedimentos, redução de 70% nas transferências. Toda a eficiência também é vista no momento da alta. Crescimento de 21% no número de pacientes liberados da internação no período da manhã.

“O Judy Reitz está dando aos gestores informações em tempo real”, reforça Scheulen. “Em vez de confiar em dados e informações antigas, usamos informações interativas e transparentes, para que possamos tomar as melhores decisões para nossos pacientes e seus cuidados”, finaliza o diretor.

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Centro de Comando é exemplo de tecnologia para hospital

Entrar

Don't have an account?
inscrever

reset password

Back to
Entrar

inscrever

Back to
Entrar
Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format

Send this to a friend