Como a transformação digital aplicada na Domino’s salvou a companhia


Os anos 2000 nos trazem diversos casos de derrocadas de grandes empresas por falta de inovação. Temos até um conteúdo com alguns exemplos disso, clica aqui para ler depois. Mas agora é hora de contar uma história de sucesso. A transformação digital aplicada na rede de pizzarias Domino’s, que mudou totalmente a sua trajetória.

O ano é 2008 e as ações da emrpesa atingem o seu pior número: US$ 3 por cada pedaço. Valia mais a pena comprar um pedaço de pizza. O primeiro passo, como é tradicional, foi olhar para a qualidade do produto, ingredientes, as lojas, enfim, o padrão de crises. A diferença é que a Domino’s não parou nisso, ela olhou além do seu produto e mercado.


Conheça o decreto que institui a estratégia nacional de transformação digital


Apoio da direção foi fundamental

A estratégia adotada era clara: a empresa deixaria de ser uma pizzaria e se tornaria um e-commerce que por acaso vende pizzas. Ter a diretoria abraçando esta ideia desde o início foi um dos fatores de sucesso. Outro ponto importante foi que a Domino’s utilizou essa visão para recrutar seus empregados. Com o tempo a equipe se tornava cada vez mais identificada e engajada nesse ideal.

Com a direção comprometida e equipe engajada, vieram os resultados. A empresa entendeu que o mercado caminhava para os dispositivos móveis e apostou nisso. Seus aplicativos deram aos clientes excelentes experiências do usuário. As vendas digitais assumiram a liderança e as compras no mobile eram mais da metade do que se vendeu digitalmente.


Lembre de 7 empresas que não inovaram e ficaram para trás


Inovação sempre em curso

Muitas empresas poderiam parar aí. A transformação digital aplicada já apresentava resultados palpáveis. Mas como empresa de e-commerce que vende pizzas, a Domino’s continuou inovando. O direcionamento da segunda fase era facilitar para o cliente o contato. Tornar possível pedir uma pizza no meu dispositivo favorito, em qualquer lugar, é o foco.

Surgiu o Domino’s Anyware (sim, com trocadilho), abrindo a possibilidade de fazer o pedido por novos meios. Lançada em 2015, a plataforma inovou ao levar o dominos.com para televisões e relógios inteligentes, para o SMS e até permitindo o pedido por comando de voz no app.

Praticamente três anos depois a plataforma segue em evolução. O emoji de pizza é o suficiente para disparar um pedido no SMS e no Twitter e um novo app, o Zero Clicks, basta ser aberto para realizar uma nova compra. Os assistentes virtuais do Google e da Amazon também foram incluídos, assim como os apps Slack e Facebook Messenger.

A Domino’s pretende continuar investindo na transformação digital. O próximo passo é melhorar sua estratégia e execução do conversational commerce, que é o atendimento e venda diretamente por apps de conversação, como o WhatsApp ou WeChat.

Lembra de mais algum caso de transformação digital aplicada que pode ser contado? Deixe nos comentários!

Comments 0

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como a transformação digital aplicada na Domino’s salvou a companhia

log in

Captcha!

reset password

Back to
log in
Choose A Format
Personality quiz
Series of questions that intends to reveal something about the personality
Trivia quiz
Series of questions with right and wrong answers that intends to check knowledge
Poll
Voting to make decisions or determine opinions
Story
Formatted Text with Embeds and Visuals
List
The Classic Internet Listicles
Open List
Submit your own item and vote up for the best submission
Ranked List
Upvote or downvote to decide the best list item
Meme
Upload your own images to make custom memes
Video
Youtube, Vimeo or Vine Embeds
Audio
Soundcloud or Mixcloud Embeds
Image
Photo or GIF
Gif
GIF format

Send this to a friend